quinta-feira, 16 de março de 2017

Tradução

Poesia para Bianka
Bianka, blanca, branca, por fim morena,
Junção de razão e paixão...
Ora, mente, raciocínio, pura lucidez,
Ora, passional, emoção e coração.
Lucidez que se mistura com choro,
Choro que se afina em arte,
Arte que brota como uma canção...
Bianka, blanca, branca, madura moça,
Menina cigana, que não se engana,
Erra, tropeça, levanta, pois tem gana,
Moça menina, que encanta, que na vida gargalha,
Que em tudo busca sentido,
Na fartura, mas também na migalha...
Bianka, blanca, branca, moça artista,
Representa, canta e dança ao vento,
Seus dias correm depressa, passa o tempo,
Baila com a doçura da vida,
Fagulha que acende neste dia, novo pensamento
Sonhos perdidos e restaurados, novo intento,
Nas mãos do Arquiteto Maior, que sentimento!
Alcimar Santos
Ganhei de presente de aniversário essa poesia do meu pai no dia 11.03.17.

Nenhum comentário:

Postar um comentário