segunda-feira, 27 de fevereiro de 2012

Little Birds

O ninho agora parece vazio...
Primeiro foi-se um, mas supriam no outro, a falta que sentiam daquele que tinha partido.
Mas e agora que o outro também decidira partir?
Precisam lembrar-se que Deus lhes deu dois passarinhos, que um dia alçariam voo sozinhos, cada qual seguindo seu caminho...



Aos meus pais, com muito amor e carinho. 

sábado, 25 de fevereiro de 2012

Tapete Universal



"(...) No momento, da forma como se apresenta, não vemos toda a tapeçaria da vida. De nosso limitado ponto de vista, só podemos ver um fio da tapeçaria de cada vez. E não compreendemos como todos os distintos fios podem ser tecidos juntos. (...)"  [Ron Rhodes]

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2012

Do verbo amar [1]

Deitada com a cabeça no colo dele, ela o olhava silenciosamente. Escutava atentamente os planos que ele fazia. Achou graça na vivacidade de como ele resolvia os detalhes e de como argumentava a cada questionamento feito por ela. Sentiu um frio na barriga ao escutar cada palavra pronunciada. Pensava se realmente aquilo algum dia iria acontecer, não porque duvidava da palavra dele, mas porque já tinha sofrido  diante de promessas não cumpridas. Mas se deu conta de que não poderia compará-lo as suas trágicas decepções. Então ela fechou os olhos, pois pensou estar sonhando com aquele momento. Mas assim que os abriu ele continuava lá, agora sério a olhava enquanto brincava  displicentemente com a franja dela. Então ela sentiu aquela paz, aquela sensação de gozo e felicidade plena que há muito desejava e repetiu pra si mesma... valeu a pena esperar...  



À ele que tem sido o motivo do sorriso dela...


terça-feira, 7 de fevereiro de 2012

Stephy & Pedrito




Eu decidi que não seria amiga dele. Simplesmente não gostei do seu jeito chato. No meu ponto de vista ele era 'santo' demais, já no ponto de vista dele, eu era 'gospel' demais... Mas com todas as discussões e implicações, o primeiro semestre de 2010 passou e quem diria, a rotina quebrou o nosso pré-conceito e mudou os conceitos e a maneira como víamos um ao outro. Agora fazemos questão de contar para as pessoas de como uma relação de 'ódio' se transformou em amor  e amizade.
Um ano depois foi a vez dela. Eu não a achei chata, mas também não queria ser amiga. Já tinha minhas amizades formadas, achava que não precisava de mais uma. Segundo um amigo meu, sou seletiva para amizades, e com ela não foi diferente. Ela tentava puxar assunto, se mostrava prestativa, e eu nem tchum pra ela... Mas com o tempo a amizade foi sendo conquistada. Ela ganhou espaço e confiança.
E quem diria então quando ele começou a namorar ela? Fiquei feliz demais! Agora eram um casal de amigos... Desafiaram olhares e opiniões, provaram que se amam. Possuem sonhos, planos e objetivos em comum. Lutam por isso juntos e com uma determinação pra que tudo saia certo.
Agora, quase dois anos depois, tive que me despedir deles. Não, eles não estão indo embora da cidade nem da minha vida, mas já não estarão tão constante na minha rotina, na minha nobre Republiqueta.
Sentirei falta das piadinhas dele, de como sabe de cor todas as músicas do Chaves. Vou sentir falta das conversinhas no corredor, do olhar doce e sorriso aberto dela.
Mas a vida tem seu rumo e seus planos, com a gente não é diferente. Cada um tem que seguir no caminho traçado por Ele. Mas ficarei feliz em saber que eles estarão seguindo naquilo que foi planejado por Deus. Amo vocês. Jamais esquecerei os momentos que tivemos.

à Stephanye Di Fonzo e a Pedro Baraldi, ou simplesmente, Stephy e Pedrito... 

quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Angel

"Alguém que você não esperava, mas que será sempre bem-vindo. E de repente esse alguém muda sua vida e dá a ela o sentido que faltava. Como se te completasse, como se viesse pra tirar tudo de ruim de dentro de ti. Um anjo, talvez. Um anjo que desde o dia em que entra na sua vida, você deseja que nunca mais saia."