quinta-feira, 29 de setembro de 2011

Sorriso de canto













"Fazia muito tempo que eu não tinha vontade de sorrir para nada nem para ninguém (...) extraordinário que ele conseguisse assim perturbar os cantos de meus lábios..."  [Caio F. Abreu]









 e você ainda nem faz ideia que provoca isso em mim... ou faz? 

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Eu te amo... simplesmente... eu te amo

"Eu te amo sem saber como, nem quando, nem onde. 
Te amo simplesmente, sem complicações nem orgulho. 
Assim te amo porque não conheço outra maneira. 
Tão profundamente que a tua mão em meu peito é a minha. 
Tão profundamente que quando fechas os olhos, eu adormeço." 

retirado do filme Patch Adams - o amor é contagioso.






segunda-feira, 26 de setembro de 2011

Thank you...

E hoje eu só olhei para o céu e agradeci...
Por estar aqui...
Pelos Seus propósitos se cumprindo em mim...
Pelo futuro que agora me parece incerto, mas é garantido...

terça-feira, 20 de setembro de 2011

Metamorfose




E hoje eu consigo enxergar as coisas com uma nova ótica. 
A menina que tenho dentro de mim tem ido embora e está dando espaço para a mulher que de fato sou.
Há muito em que preciso mudar, mas em algumas coisas esse amadurecimento já começa a se mostrar.
Sei que aquelas que estão mais impregnadas e profundas irão demorar mais tempo para me abandonar, mas sou consciente de que tudo tem seu tempo.
Reconhecimento, essa é a palavra fundamental para o crescimento.
Reconhecer o quão necessitava desse despertar para uma transformação é o que está fazendo a diferença.
Ainda assim, não basta só reconhecer onde necessito crescer, mas também aquilo que já conquistei e venci, isso me anima!
Ainda tenho uma longa caminhada, mas tenho certeza que chegarei lá...

quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Revirando a mochila

Abri a mochila e tirei recordações.
A primeira foi dela que sempre cuidou de mim, que sempre se importou mesmo não perguntando muito e respeitando a minha privacidade... sinto falta disso.
A segunda foi dele que sempre me fez sorrir, que sempre me chamou de alguma coisa diferente e alegrou meu dia com suas piadinhas.
A terceira foi dela que sempre esteve ao meu lado, que sempre me fazia companhia no escuro do quarto enquanto conversávamos.
Revirei um pouco mais a mochila e achei muitas outras recordações... e de outras pessoas... e de outros tempos... mas resolvi que deveriam voltar ao lugar de onde tirei.
A mochila que carrego fica no coração. Sim, isso mesmo, no coração e não na mente.... Talvez pra você não faça sentido, mas é lá que dói todas as vezes que a reviro...

quarta-feira, 14 de setembro de 2011

Tempo Bandido

Tempo... tempo bandido
Te levou pra longe de mim 
Tempo... tempo bandido
Fez crescer amizade sem fim
Tempo... tempo bandido
Virou mocinho por uns instantes
Tempo... tempo bandido
Permitiu-nos matar a saudade constante
Tempo... tempo bandido
Comeu as horas e os minutos restantes
Tempo... tempo bandido
Nos trouxe de volta a realidade
Tempo... tempo bandido
Me levou mais uma vez pra longe de você...

Bianka Jones


À PauloSilva que mesmo distante está sempre perto...

Curitibando

Quarta-feira passada 07.09.11 rumei a Curitiba. Já tinha programado essa viagem e já estava contando os dias, horas e minutos pra chegar lá. Ia rever amigos que não via há 08 e 06 anos!!!
Embarquei com sol e desembarquei com chuva...mas o frio sempre é uma delícia pra mim.
Reencontro, abraços, carinhos, novidades, gente nova, lugar incrível!
Fiquei encantada com a cidade e pretendo voltar, pois não deu pra conhece-la toda nem muito menos matar toda a saudade que tenho no peito...
Mas como diz o ditado popular: Alegria de pobre dura pouco! Então voltei a rotina e a Campinas... com um gostinho de quero mais!










segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Verdades que doem...

"Amigo não é aquele que alegra com a mentira, e sim aquele que fere com a verdade"...


E quem nunca ouviu essa frase?
Falar a verdade é sempre bom, eu particularmente gosto que as pessoas sejam sinceras comigo e eu gosto de ser sincera com as pessoas, mas estamos realmente prontos para ouvir ou falar a verdade?
Ouvir algo verdadeiro de alguém nem sempre é bom e acredite, falar algo verdadeiro a alguém também não é fácil.
Eu sei que geralmente quem fala não sente o impacto tão grande em relação a quem ouve, mas a palavra chave nessa questão é: maturidade. 
Temos que ter consciência de que, quem ouve, precisa ter maturidade tanto quanto quem fala.
O impacto  às vezes é devastador... mas necessário.
..."e sim fere com a verdade", a intenção na maioria das vezes não é ferir, embora aconteça de alguém sair ferido...
Eu prefiro amigos que me firam com a verdade... sempre... do que estar rodeada de 'amigos' que finjam 'me alegrar'...