sábado, 7 de setembro de 2013

Meio a Meio

Pode até não parecer, mas sou uma romântica que não gosta de melosidades. Não curto melodramas. Não tenho paciência para declarações exageradas. Gosto mesmo do simples e objetivo, da clareza das atitudes que dão veracidade à fala. De vez em quando me permito assistir uma comédia romântica, mas só daquelas em que um dos personagens é ranzinza, provoca o outro, bate de frente e que aos poucos vai cedendo e revelando que no fundo é tão sensível como o toque do dedo numa bolha de sabão. Como o outro não desiste fácil, percebe as facetas, se sente desafiado a desvendar seu par, se determina a mostrar que também têm sentimentos e algo a dizer. Gosto do inusitado, do improvável, de pensar que talvez no fundo eu seja parte ranzinza, parte determinada...